O amor em seu último estágio






 






Quando tudo estiver embaçado, mas embaçado de você não ver mais a luz do dia, assim como eu, você está perdido. Se suas preces não forem ouvidas, se seu coração está  arranhado, tiquetaqueando infeliz, eu sei como você se sente. Sei, também, que nada que eu venha a dizer ajudará. Pois não me ajudei. Estou perdido bem naquele cruzamento entre o que acredito e o que é possível. Olhei para um lado, olhei para o outro e simplesmente não soube para onde ir. Fui atropelado. Eu choro, sabia? E você não sabe o quanto eu chorei.  Porque chorar, muitas vezes, é a única coisa que resta a um homem. É tão frustrante ver sonhos serem dilacerados. Você constrói tudo. Tão lindo, tão poético, tão legível e pronto. Acaba-se. O que cabe no meu peito é muito maior do que você pode compreender. O que cabe no seu eu não consigo imaginar. Eu posso sentir, e somente. Só pode sentir quem já sofreu. Estou morto por dentro, meu amigo. Como a última música de sua playlist. Pode ser intensa como for, mas não se engane, é a última. Foi meu último sonho, não tenho o play para tocar de novo. Então, me sinto atropelado, em um cruzamento, no pior tráfego emocional, sem sonhos, sem esperança. Não há motivos para continuar lutando.  Perdido. E todo o resto não passará de resto.

8 comentários:

...Little Angel... disse...

Perfeito...
Conseguiu expressar em tão poucas linhas todos os sentimentos que eu venho tentando descrever durante tanto tempo, mas que sempre me faltam as exatas palavras para escrever, isso se existirem essas tais palavras exatas.
Escreves muito bem e espero que continue a escrever

Abraços,
Caroline

Guilherme Fraga disse...

Palavras intensas, expressivas.. Fiquei preso a elas.

Rodolpho Padovani disse...

É, por mais cruel que seja, o fim é o fim... não há replay, só superar e partir pra outra...
Texto muito intenso...
Gostei.

Abraços!

A Escafandrista disse...

oi, cris, to por aqui marcando presença. abraço.

Pontos de Ligação disse...

Ameei.
As lágrimas é sempre o que resta a todo ser humano. Parece tão insignificante sonhar quando nossos sonhos são dilacerados... Parece que não vale mais a pena sonhar, nem acreditar...
A vida às vezes nos nega e nos machuca tanto...
Lindo texto, Cristino!

Letícia

Jυℓyαnα ツ disse...

" - E todo resto não passará de resto. "

É triste quando nos vemos em uma encruzinhada para a qual não há saída e a única coisa que os resta é deixar que nossos sentimentos extravazem atrávez das lágrimas, que nada mais são do que as gotas de sangue derramadas por nossos corações.





;*

Nini C . disse...

"e todo resto não passará de resto"
também adorei essa frase.
mto bom Cristiano. beijos...

Emi disse...

Puxa, que texto! Além de perfeito, praticamente descreveu uma situação vivida por mim algum tempo atrás, por isso me emocionei tanto.
Parabéns! Adorei seu blog!
Beijos!