Não sei tocar violão

Nem vou usar blusas Billabong. Não vou comprar um Wayfare verde. E nem vou ficar na praça de alimentação daquele shopping achando que sou legal. Oh meu Deus, isso é o que chamam de normalidade? Então desculpe se eu não saí do pacote de Fandangos. Eu pensava - o que não quer dizer que estaja certo - que personalidade era algo inerente do ser humano e não vendida a R$189,90 com selo oficial e nota fiscal para garantia. Onde foi parar o lado pessoal da coisa toda? Aquele "Me identifico com isso, logo gosto." ? Mas não, entre pagode e sertanejo as pessoas tem apenas prezado a igualdade alheia. Enfim, enfim. Tudo que eu queria saber, é onde foi parar a nossa integridade.





7 comentários:

Rodolpho Padovani disse...

Eu queria saber disso também, as pessoas estão valorizando muita coisa desnecessária e deixando o que é bom de lado, é, o mundo está regredindo ao invés de melhorar, infelizmente.

Abraços.

Mariana disse...

Cristiano que reflexação mais profunda e real tu fizeste.
Tens toda a razão, hj o mundo parece q as pessoas dando importâncias para pequenas coisas "sem valor".
Vou t seguir no twitter tb.

Nini C . disse...

Eu também queria saber onde foi parar a nossa integridade, e eu também não sei tocar violão, não sei dançar, nem cantar, eu sou um completo desastre na verdade, rs... Mais todo mundo sempre éh bom em alguma coisa, e você éh bom nisso, texto excelente.

Estefani disse...

Um assunto bom pra ser questionado...rs

Vim agradecer a visita lá no meu cantinho...rsrs... Sinta-se a vontade a casa é nossa! ^^

Gostei daqui também! =)

Sigo-te.

Beijo.

Brunno Lopez disse...

A integridade está na 'bag' de alguém que não sabe tocar violão, mas comprou a música para as pessoas.

olhar disse...

Meu lindinho, não perca a sua...pois ela NÃO TEM PREÇO....e procure sempre estar ao lado de quem a tem também...

beijos com carinho,

Bia

A Escafandrista disse...

Acho que a superficialidade tbm faz parte do nosso desenvolvimento, até descobrirmos o ser essencial, aquilo que nos faz felizes e o que é realmente importante... o ruim é qd a pessoa não sai disso daí =P ai ai.. abraços cris.