O vencedor leva tudo

Amanheceu. Mas, eu não. Continuo poente, no horizonte: assim, sobrando; assim, resquício. Eu ando apostando minhas horas num dado que só possui números baixos e já não possuo tantas horas assim para continuar apostando. Acontece que quanto menos tenho para gastar, mais o prêmio parece alto. O que no final de contas não parece um pensamento tão ilógico. Eu não quero perder. Eu não quero continuar a perder. Eu não gosto de perder, você gosta? E ainda tem sempre aquele estúpido qualquer que diz: "O importante é participar". Oh meu Deus do céu! Mas é claro que não! - Outra coisa que faço errado, não se coloca Deus em jogo. Mas sobre a participação, quando somos crianças ingênuas, ou até mesmo só ingênuos, até que essa declaração serve de consolo. Mas nessa fase? Não! não! não! não!. Participar e não levar tem outro significado, soa mais como derrotado, literalmente. Cheguei ao ponto chave: estou me sentindo derrotado. E a derrota, puta que pariu!, a derrota é cruel. Convencer-se de que você não é capaz daquilo é duro. O pior é saber que tem alguém que é, chegamos na escória. E de constantemente comprovar isso, ando minguando. No que eu sou bom realmente? Nunca venci uma grande competição; nunca fui o primeiro da turma, nunca fui grandioso, nunca nunca. De fato tenho umas três ou quatro medalhas de alguma coisa, mas enfim, são somente três ou quatro medalhas. E nelas vieram escrito: Honra ao mérito; vou ser sincero, lembro que sorri naquilo. Mas como disse, só três ou quatro medalhas. Muito pouco para uma vida. Acabei de apostar mais meia hora, e não sei o que vou ganhar escrevendo isso. Mas de toda forma, foi essa a minha aposta. E por apostar, acredito nisso.

Acho que você compreende a energia que estou sentindo.
(Lucas Hossoe)

9 comentários:

Danny disse...

Acredito que ninguém goste de perder.
Porém as vezes sequer estamos no jogo e nos sentimos perdedores, as vezes por não fazer o que gostaríamos nos sentimos como fracassados...
(Conclusão minha, me sinto assim essa semana)
"Convencer-se de que não é capaz daquilo é duro" - Realmente, perder só nos prova isso, de que não somos capaz...
XD

Beijos na Alma

>>Dani

Malveira disse...

Como diz meu velho pai: "se você não pode ajudar alguém, atrapalhe, o importante é participar."
O modo como você encara as coisas é um dos fatores que definem se uma coisa é ruim ou não ou qualquer outra porcaria. Eu acho.

Nini C . disse...

Pouxa Cristiano, adorei seu texto, me identifiquei com o que você quis passar. Nunca mais te ví online =[

Carolyne Mota disse...

Eu definitivamente compreendo muito a energia que estás sentindo. Não aceito perder, sempre gosto de vencer,de ser boa em tudo que faço, uma questão de ego e de satisfação própria, por isso quando perco, também odeio consolos, o bom é vencer e nada mais.

Sim Cristiano, concordo plenamente com você.

Beijo

Carolyne Mota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodolpho Padovani disse...

A gente só fica feliz quando ganha mesmo, perder ninguém quer. A importância de participar, a meu ver, é de tentar, pelo menos se a gente fracassar é melhor do que ficar na dúvida de não ter arriscado.
Olha, vc ainda tem 3 ou 4 medalhas de honra ao mérito, eu não tenho nenhuma, haha...
Mas seu texto passou a mensagem que queria, se eu tivesse uma medalha pra dar eu te daria.

Abraços.

Charles Roberto disse...

Suuper demais isso. Amei o texto.
Já segui e voltarei mais vezes, com certeza!

;D

Leonardo Filizolla disse...

'olha lá quem vem do lado oposto, vem sem goosto de viver', lembri dessa música ao ler teu texto.
Parabéns.
Como ter tantos posts tão bons em um curto espaço de tempo?

Fátima disse...

"Amanheceu. Mas eu não. Continuo poente, no horizonte: assim sobrando; assim, resquício." Esse momento poético ficou lindo, adorei!!.
Quando ao raciocinio do texto é natural no teu momento todos esses questionamentos e tantos porques, e depois continuam também..rs so que ficamos mais sábios. E os valores são outros, ganhar ou perder não imposta mais, importa fazer o bem, estar bem, por ex.