Sobre flores e amores





















O amor não merece que lhe levemos flores. Ele é violento e insensível demais para entender o significado disso. Não sei o seu, mas o meu sim. As flores também não são flor que se cheire. Nascem tão lindas e passam o resto da vida assim. Coitadas, elas pouco sabem que a beleza é meramente ilustrativa. Ah e o amor também é bonito. Mas é válido que as flores são ingratas. Por que é que as flores não nascem em desertos? Por que é que as flores não nascem em corações? Flores não tem amor, logo o amor as detesta. E como disse antes, o amor não as merece também, é muito egoísta: apesar de serem flores não merecem viver presas. Alguém, por favor, explica porque recados de eu-te-amo rimam tanto com buquês, então? É, entre flores e amores, acho que estou errado. Não se deve julgar nada de forma separada e, sinceramente, desisto de tentar compreender.

4 comentários:

Danny disse...

Uau
Incrível post Cristiano.
Talvez realmente o Amor seja egoísta e as flores por sua vez também, mas será que eles não se assemelham?? Como o Amor há de detestar???

Aguardo uma resposta...(rs)

Sua escrita esta ficando cada fez melhor, Parabéns.

Beijos na Alma.

>>>Dani

Rodolpho Padovani disse...

Talvez pela diferença toda entre os dois, eles se complementam, flores e amores, igual arroz e feijão, goibada e queijo, vai saber né?

Cara, vou aproveitar pra agradecer a presença constante lá no meu cantinho, fico muito feliz de saber que gosta de lá =)

Abraços...

Nini C . disse...

O meu amor também é assim =[
lindo texto...

olhar disse...

Não pense tanto...às vezes pensar demais estraga tudo...VIVA A VIDA!

beijos no seu coração cheio de amor para dar!!

Biazinha