Vieram as cores




















Foto: © Cesarr Terrio



Antes só havia o preto e o branco por aqui. Eu havia pedido ao meu coração, sabe? E ele entrou em luto. Daí em frente passei a usar blusas e usar imagens pretas e brancas aqui. Quanto as blusas, sempre usei de muitas cores, mas as imagens daqui não. Aqui costumo expressar muito mais o que há dentro de mim, do que dentro de mim mesmo. Então tudo ficou escuro, depois que realmente comecei a me enxergar. Sendo asim, fiz o que é óbvio: me rendi quando não pude ver mais nada. Sentei-me no chão, abracei as pernas e rezei. Eu ainda rezo, achei minha redenção. Subitamente de dois posts para cá comecei a usar imagens coloridas, e doei duas blusas pretas para quem quiser usar. Pode ser o efeito do fim do inverno, mas sinceramente, alguma coisa mudou. Não, alguma coisa mudou. Eu sinto vivo, aqui, pulsando, florescendo, radiante. Ah! Lembra dos meus girassóis? Um nasceu, outro não. Mas o que nasceu ostenta uma coroa amarela. Modéstia a parte, não é porque é meu, mas é linda! Eu quero pôr uma igual sobre minha cabeça. Estou me sentindo forte como nunca, estou me sentido bem. Acho que não preciso dizer mais nada.

9 comentários:

A Escafandrista disse...

Não há inverno que sempre dure, ele sempre precede uma primavera ;) Feliz começo de primavera pra vc, cristiano!

Au disse...

É importante fazer o preto ficar de lado e tentar (pelo menos tentar) enxergar as coisas boas da situação...

Ótimo texto, abraço!

Jυℓyαnα ツ disse...

Por mais rigoroso que seja o inverno sempre tem fim ^.^






;*

Fátima disse...

Oi Cristiano,
Vi em teu textp, em boa parte dele muita poesia, um texto poético lindo!.
Tb quero plantar um girassol..rs
Lindo.

Beijo meu

Brunno Lopez disse...

O inverno começa e termina pra todos.
Parece que chegou a hora das palavras saírem dos seus calabouços fantásticos e brilharem ao melor do sol...

Danny disse...

Oii Cris...
Perdoei-me por ultimamente não estar deixando aqui minhas palavras, mas isso não significa que não passo sempre para ler-te, passo sim, De uns tempos pra cá tenho andado cansada e com muitos afazeres, estudos, trabalho, familia, música, sagas intermináveis de tarefas sem muito tempo pra sequer escrever o que realmente estou a passar, e acho que é por isso que sempre me identifico quando passo por aqui sempre tem uma coisinha que me fazer refletir.

Ah percebi as imagens coloridas, lembro-me que em uma postagem fiz um comentário dizendo que percebi um perfume diferente..(rs). Seus textos estavam diferentes, não sei se a primavera está chegando e te acolhendo o coração, os pensamentos, a Alma... Mas acho que tal brilho tem a ver com seu espaço no "contos franqueados". Acertei????

E apesar de "tudo" não desacredite, pelo menos não desacredite de si mesmo, sempre a coisas boas. Ainda a estrelas no céu basta contemplar, coisas simples sempre valeram apena e isso porque sua Alma é grande...Sabes que é.

*#*Quanto ao título do post, sua sugestão foi boa "De Dentro", mas o egoísmo está em querer prender a mim algo que não quero mais, que não amo, sentir falta do que não é meu.

Deixemos de enrolação[rsrs], bem que eu poderia ter resumido tudo em 3 linhas não é mesmo?? Tá desconsidere essa minha mania de querer explicar tudo detalhadamente. ok.

Tentarei buscar um tanto mais de tempo pra comentar por aqui, mesmo que de madrugada, a tantos outros blogs que sinto falta também, e que neles realmente encontrei um cantinho há me acolher, um deles sem dúvidas é essa oficina aqui.

Beijinhos na Alma

>>>>Dani

Obs: Te adicionei no Orkut, ok?

Rodolpho Padovani disse...

Mais cedo ou mais tarde as cores vêm. Às vezes a gente se acostuma tanto com o preto e branco que não nota a proximidade das outras cores, mas qdo a gente vê, tudo fica melhor. Que bom q vc as encontrou e q bom que alguma coisa mudou.

Abraços!

Pontos de Ligação disse...

Ah, que lindo texto Cristiano!
Ouso a dizer que a mudança se deve a reza... não a ela especcificamente... à fé! Precisamos disso! E foi realmente ela quem me mudou por inteiro... Hoje realmente me sinto exatamente como você!

Letícia

ps: Desculpe, sei que ando meio morta no que diz respeito a passar pelos blogs de que tanto gosto. mas prometo passar aqui sempre que der!

A Escafandrista disse...

ei, moço!!!! voltei aqui pra fazer uma reclamação!!! vi um selo do oficina terrosa no blog de uma moça!!! como é que ela tem e eu não tenho??? não é inveja minha não, é puro despeito mesmo!!! kkkkk
tbm quero :( ai, meu Deus, vim só fazer auê no blog dos outros... rsrs bjssssss